terça-feira, 17 de fevereiro de 2009

Vereadores governistas defendem perdão a colega que empregou fantasma

Com tantos profissionais desempregados. Contratar um fulano para ganhar sem trabalhar na Câmara Municipal é menosprezar a inteligência dos eleitores. De quem contratou e de quem aceitou o emprego. O salário saiu do bolso da população. A Câmara Municipal tem o dever de dar exemplo. Os vereadores ganharam o voto da população e pagamos muito bem para que trabalhem. Ganham muito mais que meus médicos que estudaram nove anos para se formarem e continuam estudando. Eles não podem cometer erros são punidos e tem o CRM cassado. Os políticos podem cometes barbaridades. A certeza da impunidade contribui para que alguns se achem acima do bem e do mau. Os vereadores vão deixar a população engolir esse abacaxi? Façam por merecer o salário que recebem. Espero atitude do vereador Marcos Rillo, o mais votado de Rio Preto. Como presidente do Conselho de Ética não deve deixar que essa lambança acabe em pizza. É lamentável que a população fique passiva diante de questões em que estamos sendo logrados. Vereador contrata funcionário fantasma. Vereadores trocam socos. Cadê o Conselho de Ética? Esse conselho deveria ter a participação de cidadãos na sua composição. Somos-nos que pagamos à conta.
Maryah Cydah Abrantes Martiniano Ferreira

0 Comentários:

Postar um comentário

Comente as matérias,textos e fotos sempre fazendo uso de senso critico, embasado no respeito mutuo.

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial