terça-feira, 24 de junho de 2008

JUIZ IMPÕE TOQUE DE RECOLHER A ADOLESCENTE

Louvável a atitude do juiz Evandro Pelarin da Vara de Infância e Juventude de Fernandópolis – SP, que decretou toque de recolher para os menores de 18 anos.A maioria dos pais está sem condições de exercer autoridade com os filhos. E nem sempre é por displicência ou falta de amor.Estamos vivendo uma época muito difícil os filhos (salvo algumas exceções) não respeitam os pais independentes de classe social.É lamentável chegar a este ponto, mas a decisão da justiça em tomar providencias com toque de recolher é uma medida preventiva. Sou mãe e professora, sei o quanto é difícil lidar com adolescentes que acham que tem experiência para cuidarem da própria vida e acabam entrando para o submundo do crime através das drogas, alcoolismo, prostituição e trafico de drogas. Deste ponto é um pulo para a prática de assaltos, seqüestros e assassinatos. Estão confundindo liberdade com libertinagem. Esta medida preventiva deveria ser adotada em todo Brasil. Acredito que diminuiria a criminalidade. Não é correto o pai ou responsável ser multado pela desobediência do filho. O adolescente reincidente deve prestar serviço comunitário. A lei permite que aos 16 anos os adolescentes tirem a Carteira Nacional de Habilitação. Escolha vereador, prefeito, deputado estadual, deputado federal, senador e até o Presidente da República é justo que também responda pelos seus atos. Como um pai ou mãe vai impedir um filho de sair de casa? Se a lei da permissividade está no ar 24 horas. Novelas e filmes, jogos eletrônicos tentam retratar a realidade e acabam incentivando aqueles que consomem até comercial de prego enferrujado. Está na mídia. Está na moda. A garotada pega no embalo. A justiça tem poder para coibir as atitudes que os pais não conseguem proibir.Foi o tempo que bastava um olhar do pai para os filhos abaixarem a cabeça. A lei do Deus de Israel continua a mesma. Honra o teu pai e tua mãe como o Senhor, teu Deus, te ordenou, para que se prolonguem os teus dias sobre a terra e para que te vá bem à terra que o Senhor teu Deus, te dá.Se a sua vida está um osso. Examine como está tratando seus pais. Se não obedece aos pais a justiça tem meios para impor respeito. Torço pelo sucesso da medida impetrada pelo juiz de Fernandópolis que outros juizes apóiem. É imprescindível que a sociedade colabore no cumprimento da lei, ajudando quem está ajudando nossos filhos. O futuro pertence aos jovens. Cabe a nós cuidar do presente.
Maryah Cydah Abrantes Martiniano Ferreira, 11/10/2007 www.diarioweb.com.br

0 Comentários:

Postar um comentário

Comente as matérias,textos e fotos sempre fazendo uso de senso critico, embasado no respeito mutuo.

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial