sexta-feira, 16 de janeiro de 2009

APARÊNCIA ENGANA.

Maria Laura é uma bela mulher; levava uma vida tranquila, trabalhando, estudando e cuidando do filho. Um dia ela conheceu Humberto, um homem educado e gentil. Os dois eram livres e iniciaram um romance. Aparentava ser apenas mais um casal tentando recomeçar a vida. Humberto omitiu sua vida de jogatina, bebedeira e envolvimento com pessoas inescrupulosas. Usando de ardilosas mentiras e um ciúme possessivo, ele se dizia inseguro, pois havia sido traído pela ex-namorada. Maria Laura tentava compreender. E usando deste ardil, mantinha a namorada sempre ao alcance dos olhos. Os telefones tocavam seguidamente, se ela estava em casa, ele dava um jeito de ir lá, se precisava sair, ele se oferecia para acompanhá-la. Era o “Casal 20”. Mas a história de Maria Laura começou a tomar outro rumo. Humberto começou pedir dinheiro, cheques e empréstimos, dizendo que fora roubado pelos filhos quando estivera hospitalizado, e que haviam sujado seu nome. As economias ele havia usado para ajudar um amigo cujo filho estava com câncer. Não poderia pressionar o amigo, pois infelizmente à criança veio a falecer e isso dificultava a cobrança do empréstimo. Quem ouve a historias de Humberto se emociona, ele é extremamente convincente. A impressão que passa é de homem religioso sensível e solidário. Humberto viu em Maria Laura a oportunidade de se dar bem. Uma mulher honesta, com nome limpo na praça. Maria Laura e o tipo de mulher que não admite escândalos. Portanto jamais reclamaria seus direitos. Primeiro para não expor seu trabalho, segundo por vergonha da família e dos amigos. No trabalho Maria Laura conheceu um advogado e fizeram amizade, atento o amigo observou o comportamento sorrateiro de Humberto. Indagou da amiga se poderia ajudá-la? Maria Laura tentou mudar de assunto, mas o amigo insistiu, ela contou o drama que estava vivendo. Humberto havia transformado sua vida em um inferno. Ameaças, agressões físicas, verbais e pressão psicológica. Ela e o filho estavam passando por dificuldades, pois foi mantida refém de agiota, pois Humberto se negava a pagar a divida que fora contraída em seu nome. Foi difícil para Maria Laura admitir ter caído no golpe do estelionatario solidário. Maria Laura conseguiu graças à ajuda do amigo que a alertou para que não se curvasse diante de um homem sem escrúpulo e aproveitador. De posse de todas as provas lutou na justiça e recuperou seu dinheiro e com ajuda profissional especializada recuperou a auto-estima. Maria Laura reencontrou o pai de seu filho, casou e mudou-se para a capital do Tocantins. Humberto? Deve esta procurando outra para aplicar seu golpe. Ele aparentemente e um senhor acima de qualquer suspeita. Não confie. A aparência engana.

AUTORA: Maryah Cydah Abrantes Martiniano Ferreira

0 Comentários:

Postar um comentário

Comente as matérias,textos e fotos sempre fazendo uso de senso critico, embasado no respeito mutuo.

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial